quarta-feira, 17 de março de 2010

Delorean Music II

Lyrics: Temístocles Almeida

Não sei como começou
Nem porque aconteceu
De repente tinha um muro aqui
De silêncio entre você e eu

Que promessas não cumpri
Que carinhos te neguei
Em que maus momentos eu não tava alí
Tal você quando eu chamei

Que ferida provoquei
Que ainda não cicatrizou
ou não passa de expectativa desbotada
Sentimento que mudou

Por que hoje suas mãos são tão frias
e o teu beijo já me vem em saber
parece sempre uma despedida
De alguém que se foi
e o tempo não levou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desinbucha! fala tudinho! põe p'ra fora! Solta... Vâmo lah!